Palmeiras elimina Ponte Preta e fará final do Paulista com o Corinthians – Jornal F7 – A notícia levada a sério!

Neste domingo, o Palmeiras bateu a Ponte Preta por 1 a 0 e se classificou para a grande decisão do Campeonato Paulista. Na próxima quarta e sábado, o Verdão vai decidir o troféu com o Corinthians, que eliminou o Mirassol em jogo recheado de lances duvidosos.

A primeira partida será na Zona Leste. No sábado, o confronto final será no Allianz Parque.

Palmeiras melhorou sua atuação
O primeiro tempo mostrou um Palmeiras diferente. Mais aguerrido e em busca do jogo, o Verdão foi para cima nos minutos iniciais. Ponto positivo para Gabriel Menino e Patrick de Paula, que fizeram grandes exibições.

Logo após o apito inicial, Menino viu Rony e cruzou. Ivan defendeu a cabeçada do atacante alviverde. No lance seguinte, Diogo Barbosa cruzou e Gomez mandou de cabeça na trave.

Na reta final da primeira etapa, Patrick de Paula abriu o placar. O palmeirense aproveitou bobeada de Apodi e arriscou de fora da área. Antes de enganar Ivan, a bola desviou em Wellington Carvalho.

Vantagem ajudou no segundo tempo
Na frente do placar, o time de Vanderlei Luxemburgo voltou mais tranquilo, mas não perdeu o foco.

Weverton fez grande defesa em lance de João Paulo com Roger. Gabriel Menino teve oportunidade de fazer o gol no lance seguinte, mas acertou a rede pelo lado de fora.

Com o passar do tempo, a Ponte Preta viu que precisava se arriscar se quisesse empatar o duelo. A exposição abriu mais o time, e o Palmeiras penetrou nesses espaços. Zé Raphael, Bruno Henrique e Gabriel Menino perderam mais três boas chances.

No contra-ataque, Felipe Melo falhou na marcação e Bruno Rodrigues saiu em disparada pela esquerda. Inteligente, viu Roger passar no meio e fez o passe. Weverton saiu de forma precavida e defendeu o chute do atacante pontepretano.

Vanderlei mexeu no time, alterou algumas peças, mas o desempenho seguiu igual. E o Alviverde foi mantendo a vantagem. Com o apito final, os atletas comemoraram a classificação para a grande decisão. É hora da revanche!